Sucupira serve para Diabetes?

Hoje, a pedido de vários leitores do Mudando Diabetes, vamos falar sobre os efeitos da Sucupira no organismo. Esse artigo é o mais completo da internet sobre o assunto! Aqui você pode descobrir se a Sucupira serve para Diabetes e quais os seus outros efeitos no organismo com o seu consumo controlado, a base de extrato da planta. Descubra também ao final do artigo qual a melhor maneira de consumir a Sucupira e algumas recomendações especiais. E se você tiver alguma dúvida, não esqueça de comentar! Vamos lá?

Sucupira serve para Diabetes?

O que é a Sucupira?

A Sucupira é uma planta da família Leguminosae (ou Fabaceae). No Brasil existem 1500 espécies dessa família, sendo que a maior parte delas está presente na região de Cerrado.

O principal gênero de Sucupira estudado é o Pterodon, que contém 5 espécies nativas do Cerrado brasileiro. As duas principais são a Pterodon emarginatus e a Pterodon pubescens, ambas conhecidas pelo nome de “Sucupira-branca”. Essas espécies são encontradas no Cerrado brasileiro e principalmente nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Clique aqui para comprar extrato de Sucupira + Unha de Gato + Garra do Diabo com 30% de desconto

Quais os compostos presentes na Sucupira?

Estudos fitoquímicos que avaliaram as espécies de Sucupira mostraram presença de compostos isoflavonas, triterpenos (obtidos do caule) e alcaloides (obtidos a partir da casca). Além destes compostos, existem ainda terpenos, sesquiterpenos, ácidos graxos, lupeol e betulina. A Sucupira ainda é rica em compostos flavonoides, saponinas e esteroides em uma concentração significativa também nos frutos da planta.

A Sucupira-branca possui ainda cumarinas e, em seu extrato, compostos como beta-cariofileno, substância química com comprovada atividade antiinflamatória, antibiótica, antioxidante e anticarcinogênica, além de importante anestésico local.

Todos esses compostos exibem propriedades benéficas ao organismo, como veremos mais adiante.

Quais os benefícios da Sucupira para o corpo?

Com base em estudos com a Sucupira do gênero Pterodon, as seguintes descobertas de efeitos saudáveis para o diabético e para o público em geral foram feitas:

Atividade anti-inflamatória

A planta Sucupira Pterodon é capaz de inibir a produção de prostaglandinas, que são um dos principais componentes causadores de inflamação em nosso organismo. A inflamação está ligada a diversas doenças crônicas, incluindo a Diabetes e doenças cardiovasculares. Além disso, nossa dieta ocidentalizada é composta em sua maioria por substâncias causadoras de inflamação. As prostaglandinas, quando em excesso, atrapalham a função das células do organismo, incluindo as células beta-pancreáticas, responsáveis pela produção de insulina.

A inflamação também aumenta a chamada resistência à insulina, um dos principais fatores envolvidos no desenvolvimento e progressão da Diabetes tipo 2.

Atividade anti-diabética

Foi observado em estudos específicos que o extrato da Sucupira é capaz de reduzir a glicemia (níveis de glicose no sangue). Isso provavelmente deve-se à redução da absorção de glicose pelo intestino em quem consome o extrato da planta.

Efeito anti-câncer

O extrato da Sucupira da espécie P. emarginatus, segundo estudo brasileiro de 2012, é capaz de exercer efeitos tóxicos às células cancerígenas, enquanto não exerce este efeito em células saudáveis. A substância que parece ser responsável por esse efeito e que está presente em níveis significativos na Sucupira é o óxido de etileno.

Sucupira como antimicrobiano

O extrato da Sucupira é capaz de inibir (bloquear) o crescimento de vários tipos de fungos e bactérias, incluindo a Candida albicans, fungo em forma de levedura responsável pelo surgimento da Candidíase, que é mais comum em paciente diabético por conta da redução da imunidade.

O extrato da planta é capaz de inibir ainda a atividade de bactérias Gram-positivas como Clostridium, Bacillus cereus e Staphylococcus aureus, esta última responsável por vários tipos de infecção no organismo, como da pele e das vias respiratórias.

A Sucupira também inibe o crescimento de bactérias Gram-negativas como Escherichia coli (responsável por infecções de urina como a cistite) e Salmonella sp. (envolvida em infecções gastrintestinais). A Pseudomonas aeruginosa também tem seu crescimento reduzido em contato com o extrato da Sucupira, bactéria esta que é responsável por vários tipos de infecções graves (como Pneumonias), especialmente em portadores de Diabetes.

Os terpenos presentes no extrato de Sucupira também apresentam atividade contra a bactéria Helicobacter pylori, que pode estar presente no estômago, contribui com o desenvolvimento de gastrite crônica e aumenta o risco de desenvolvimento de câncer de estômago.

Combate da ansiedade

Estudo de 2013 mostrou que o extrato da Sucupira apresenta atividade ansiolítica (combate à ansiedade) sem inibir a atividade motora, ou seja, sem causar sintomas de fraqueza ou lentidão físicas que podem existir como efeitos colaterais de alguns medicamentos usados no tratamento da ansiedade.

Como a ansiedade e o estresse crônicos aumentam a produção de açúcar pelo sangue e causam hiperglicemia (excesso de açúcar no sangue), este efeito é mais benéfico ainda nos portadores de Diabetes por ajudar no controle da glicemia.

Como consumir a Sucupira para ter seus benefícios?

O mesmo que nós já falamos em relação ao consumo da Espinheira Santa para quem tem Diabetes aplica-se à Sucupira: os estudos que avaliam os efeitos benéficos da planta utilizam extrato de Sucupira. O consumo de chás da Sucupira, assim como de qualquer outra planta natural que poder ser servida em chás, apresenta pouca concentração das substâncias com propriedades benéficas. Além disso, o cultivo da planta causa grande variabilidade nos seus compostos de acordo com o solo, com iluminação e com as regas.

Sendo assim, a melhor maneira de consumir a Sucupira é através de um suplemento de boa qualidade que contenha o extrato da planta. Nós do Mudando Diabetes recomendamos muito a fórmula de Sucupira composta da Nathus Brasil, que contém Unha de Gato e Garra do Diabo. Os leitores do Mudando Diabetes podem adquirir o produto com 30% de desconto através do site da Nathus Brasil clicando na imagem abaixo:

Sucupira para Diabetes - Extrato Nathus

E se você faz uso da Sucupira ou tem alguma dúvida sobre, deixe seu comentário abaixo que iremos responder com carinho.

Até a próxima!

Referências:

As seguintes publicações científicas foram consultadas para desenvolvimento deste artigo:

  1. Raposo, Nádia Rezende Barbosa, Rafael Cypriano Dutra, and Aline Siqueira Ferreira. “Biological properties of Sucupira Branca (Pterodon emarginatus) seeds and their potential usage in health treatments.” Nuts and seeds in health and disease prevention. Academic Press, 2011. 1087-1095. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/B978012375688610129X
  2. Machado, Marcelle Souza Lima, et al. “Fitoterapia brasileira: análise dos efeitos biológicos da sucupira (Bowdichia virgilioides e Pterodon emarginatus).” Brazilian Journal of Natural Sciences 1.2 (2018): 7-7. Disponível em: http://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/download/10/1
  3. Santos, Alexandre P., et al. “Composição química, atividade antimicrobiana do óleo essencial e ocorrência de esteróides nas folhas de Pterodon emarginatus Vogel, Fabaceae.” Revista Brasileira de Farmacognosia 20.6 (2010): 891-896. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-695X2010005000052&script=sci_arttext
  4. Bustamante, Keila de Góes Louly, et al. “Avaliação da atividade antimicrobiana do extrato etanólico bruto da casca da sucupira branca (Pterodon emarginatus Vogel)-Fabaceae.” Revista Brasileira de Plantas Medicinais 12.3 (2010): 341-345. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-05722010000300012&script=sci_arttext&tlng=pt
  5. Bavaresco, Orestes Sérgio Amaral, et al. “Utilização popular da Pterodon spp no tratamento de doenças reumáticas.” Revista de Investigação Biomédica 8.1 (2016): 81-91. Disponível em: http://www.ceuma.br/portalderevistas/index.php/RIB/article/view/32

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!

Clínico geral, formado pela PUC-PR, com experiência no tratamento de pacientes com doenças crônicas como Diabetes e Hipertensão. Residente do primeiro ano de Oftalmologia no Hospital de Olhos de Sorocaba (HOS). Co-fundador da startup MedSimples de Medicina & Saúde. Desenvolvedor web, especialista em SEO e redator de artigos voltados à educação em saúde para o público leigo há mais de 8 anos.

2 comentários em “Sucupira”

  1. Como faz a sucupira pra diabéticos

    Responder

Deixe um comentário

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!