Sintomas da Diabetes

O aumento da glicose no sangue causa vários sintomas. Entretanto, vale ressaltar que o normal da glicemia é 100 mg/dl, e muitos dos sintomas agudos somente manifestam-se com valores de glicemia acima de 160 ou 180 mg/dl. Por este motivo, é importante realizar a monitorização freqüente da glicemia independente da presença ou não dos sintomas.

A maior parte dos casos são assintomáticos!

Como ocorre com qualquer enfermidade, é essencial conhecer os primeiros sintomas da Diabetes para poder reconhecer ainda estágio inicial e impedir o surgimento de problemas mais graves.

Porém, é importantíssimo reconhecer que a maior parte dos casos de Diabetes cursa sem sintomas. No caso da Diabetes Tipo 2, você pode ter a doença sem sintomas por até 5 a 10 anos e passar todo esse tempo sem diagnóstico e, consequentemente, sem tratamento adequados. Por isso é importante realizar check-ups anuais a partir dos 45 anos de idade.

Porém, se você sentir algum dos principais sintomas da diabetes que serão apresentados a seguir, o mais recomendado é buscar um atendimento médico imediato. Afinal, se não for identificada dentro do prazo, a Diabetes pode gerar consequências mais graves, como, por exemplo: problemas nos rins, enfermidades no coração, nos olhos, entre outros.

Conheça os principais sintomas da diabetes:

Sintomas Agudos

Sintomas secundários a efeitos agudos da elevação da glicose sanguínea.

  • Sede em excesso (polidipsia);
  • Perda rápida de peso;
  • Aumento da necessidade de urinar (poliúria);
  • Excesso de fome (polifagia);
  • Fadiga, cansaço, desânimo;
  • Irritabilidade;
  • Visão embaçada;
  • Infecções freqüentes;
  • Infecções fúngicas (candidíase).

Sintomas Crônicos

Podem aparecer vários anos após o início do diabetes e são secundários a glicose cronicamente elevada. Podem estar presentes no momento do diagnóstico do Diabetes Tipo 2, sugerindo que este já estava presente anos antes do seu diagnóstico.

  • Formigamento e diminuição da sensibilidade nos pés (neuropatia diabética)
  • Dificuldade na cicatrização das feridas;
  • Constipação e/ou diarreia;
  • Impotência sexual;
  • Baixa de visão (por Retinopatia Diabética ou outros problemas oftalmológicos).

Os sintomas característicos do Diabetes Tipo I são:

  • Muita sede;
  • Aumento da vontade de fazer xixi;
  • Emagrecimento, apesar de não fazer dieta e alimentar-se da mesma maneira;
  • Muita fome;
  • Má cicatrizaçãoprincipalmente em membros inferiores;
  • Cansaço;
  • Má circulação;
  • Formigamento no corpo;
  •  Infecções freqüentes.

Os sintomas característicos do Diabetes Tipo II são:

  • Aumento da RCQ (Relação Cintura-Quadril);
  • Hipertensão Arterial;
  • Presença de doença vascular antes dos 50 anos;
  • Histórico de hiperglicemia e/ou glicosúria;
  • Mães de recém-nascido com mais de 4 kg;
  • Mulheres com antecedentes de abortos frequentes, partos prematuros, diabetes gestacional;
  • HDL-colesterol menor ou igual a 35 mg/dl;
  • Sedentarismo;
  • É preciso atentar também para o histórico familiar (pais, filhos, irmãos, etc);
  • Outro fato importante é a idade, visto que o Diabetes Tipo II se manifesta depois dos 40 anos.

Os sintomas característicos do Diabetes Gestacional são:

  • Idade superior a 25 anos;
  • Obesidade ou ganho excessivo de peso durante a gravidez;
  • História familiar de diabetes em parentes de 1° grau;
  • Crescimento fetal excessivo;
  • Polidrâmnio (Aumento do líquido amniótico).

Vamos detalhar agora os principais sintomas da Diabetes.

1. Sede e vontade de urinar constantemente

Há dois efeitos que normalmente aparecem com antecedência. Se você desenvolver a diabetes, a grande quantidade de açúcar no seu sangue vai se acumular e os seus rins precisam trabalhar muito mais do que o normal para dar conta de filtrar e absorver todo esse excesso.

Então, se os rins encontrarem problemas para administrar essas taxas de açúcar, o extra de glicose é eliminado por meio da urina junto com os líquidos dos tecidos. Por isso, você sente mais vontade de urinar, o que pode causar até uma desidratação. Sendo assim, quanto mais líquidos você consumir para matar a sede, terá ainda mais vontade de ir ao banheiro.

2. Cansaço

Cansaço pode ser sinal de diabetes. Outro dos sete principais sintomas da diabetes é o cansaço sem nenhuma razão. O cansaço ocorre porque o corpo da pessoa enferma não tem a insulina suficiente para que o açúcar no sangue vá para as células, onde se torna energia.

Sem essa energia, que atua como um tipo de combustível para o organismo, a pessoa se muita exaustão. Existem outros fatores que podem contribuir para o cansaço, especialmente, a desidratação, sobre peso e hipertensão, que também podem estar ligados à diabetes.

3. Perda de peso

Um sintoma que pode aparecer no início é a diminuição de peso sem nenhuma razão. A diabetes pode evitar que o açúcar dos alimentos chegue até as células para virar energia para o corpo.

E como o seu organismo necessita de energia para funcionar adequadamente, também deve sentir muita fome. O resultado de tudo isso é a diminuição de peso acelerada, especialmente, em função da diabetes do tipo 1.

4. Visão embaçada

Diversas pessoas nas primeiras fases da diabetes desenvolvem problemas na visão, uma vez que ela fica embaçada. As taxas altas de açúcar no sangue eliminam o líquido dos tecidos, inclusive do cristalino dos olhos.

A ausência desse líquido causa problemas à capacidade do olho de focar em pessoas e objetos. Se não controlada, a diabetes poderá danificar os vasos sanguíneos da retina. Em boa parte das pessoas, essa complicação não provoca danos drásticos na visão. No entanto, se a enfermidade se agravar, pode causar uma diminuição na visão e até mesmo cegueira, sendo um dos piores sintomas do diabetes.

5. Hematomas que nunca melhoram

Feridas ou hematomas que custam a melhorar são normais em diabéticos, por mais que não se entenda o que desencadeia esse efeito. Nas mulheres também podem acontecer algumas infecções vaginais e na bexiga.

Por isso, é importante ficar atento ao período de cura de seus ferimentos.

6. Dormência

As altas taxas de açúcar na corrente sanguínea podem provocar alguns problemas nos nervos. Sendo assim, é normal o surgimento da sensação de ardor ou dormência os pés, como um sintoma de diabetes preocupante.

7. Inchaço e dores nas gengivas

A diabetes pode diminuir a capacidade do organismo para eliminar os germes, o que eleva a chance de aparecimento de infecções nas gengivas e nos ossos, que fixam os dentes no lugar certo.

Por isso, as gengivas podem se afastar dos dentes e estes podem causar feridas nas gengivas, especialmente, se já uma ferida anterior ao aparecimento da enfermidade.

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!