Diabético pode comer banana?

Uma das dúvidas mais comuns dos leitores do Mudando Diabetes é se o diabético pode comer banana. Se você já se perguntou o quanto tipos específicos de bananas, o tamanho das porções e os ingredientes que você coloca juntamente no prato fazem a diferença, este artigo é para você!

Imagem mostrando os diferentes tipos e tamanhos de bananas.

Prepare-se para o artigo mais completo da internet sobre o assunto! Aqui, vamos discorrer sobre todas as variáveis relacionadas ao consumo da banana por diabéticos: nível de maturidade, porção, tipo de banana, além de várias outras dicas para você que tem Diabetes e está pensando se adiciona a banana ou não na sua dieta. Vamos lá?

Diabético pode consumir banana?

Sim, o diabético pode comer banana, desde que com moderação e tomando 5 cuidados especiais:

  1. Evite bananas muito maduras.
  2. Reduza o tamanho da sua porção.
  3. Misture a banana com outros alimentos ricos em fibras.
  4. Coma banana apenas se sua diabetes está controlada.
  5. Consuma tipos específicos de banana.

Ou seja, o consumo da banana deve fazer parte de uma estratégia nutricional maior, e não apenas considerada isoladamente. O mesmo serve para qualquer alimento: não veja o seu consumo isolado e sim em comparação com o resto da sua dieta e, de preferência, acompanhada por um bom especialista no assunto.

Nós falaremos mais sobre cada um desses cinco pontos de atenção abaixo.

1. Evite bananas muito maduras

Isso porque o Índice Glicêmico (IG) da banana varia de acordo com a sua maturação. O IG é um cálculo sobre o qual comentamos muito aqui no site. Ele leva em consideração a quantidade de aumento do açúcar no sangue após o consumo de aproximadamente 50 gramas de carboidratos de um alimento específico. Em geral, quanto menor o Índice Glicêmico de um alimento, mais saudável é para os diabéticos (exceto alguns alimentos que fogem à regra, como é o caso da Melancia).

Pensando nisso, podemos categorizar os alimentos de acordo com o IG em três categorias:

  • IG baixo: 55 ou menos
  • IG médio: 56-69
  • IG alto: 70-100

A banana gira em torno de um IG de 52, o que é considerado baixo. Porém, mesmo assim é preciso atenção no consumo.

A banana recém-madura é o estágio perfeito para consumo!

Nós sabemos que em torno de 93% das calorias presentes na banana derivam de carboidratos. Estes carboidratos, no caso da banana, são presentes na forma de fibra alimentar, glicose (açúcar) e amido.

Se você é portador de diabetes, as fibras alimentares são essenciais, porque não são bem digeridas. Isso atrasa a digestão dos alimentos e reduz o pico de açúcar no sangue (glicemia). Por fim, isso acaba diminuindo o pico de liberação de insulina pelo pâncreas.

O amido, por sua vez, está presente em diferentes tipos na banana de acordo com o tempo de maturação da fruta. Quanto mais verde a banana que você come, mais rica ela é no chamado amido resistente. O amido resistente funciona de forma semelhante às fibras alimentares: não são muito bem digeridas pelo organismo, evitando que sejam quebradas e absorvidas como glicose no sangue. 

À medida que a banana fica cada vez mais madura, mais amido resistente se transforma em açúcar, o que aumenta o Índice Glicêmico da banana. 

Por isso, quanto menos madura for a banana, melhor para você consumi-la. Idealmente, quando a banana acabou de amadurecer, sem passar do ponto, é uma bom momento para seu consumo, pois seu índice glicêmico estará em torno de 52.

2. Reduza o tamanho da sua porção

Em geral, o diabético pode consumir praticamente de tudo (especialmente quem está com a doença controlada), desde que com uma certa moderação.

A banana-maçã rende uma porção menor, por ser de menor tamanho.

No caso das bananas, isso não é diferente: você deve buscar uma menor quantidade do alimento sempre que possível, e isso te ajudará no controle da sua diabetes. Nós já tivemos um visitante diabético no site que nos enviou um email perguntando se consumir uma penca de banana por dia seria um problema para o controle da diabetes. É claro que sim! A quantidade de carboidratos presentes numa penca de banana é altíssima e certamente será maior do que o limite que você como diabético tolera para liberar insulina e corrigir os picos de glicemia.

3. Misture a banana com outros alimentos ricos em fibras

Enquanto comer uma banana pura pode ser um problema, especialmente se ela for muito madura e em grande quantidade. Porém, a adição de outros alimentos ricos em fibras na sua refeição que contém banana, irá ajudar muito na redução dos picos de glicemia durante o dia.

Quando for consumir a banana, adicione aveia e canela.

Dica: adicione a banana com aveia e/ou chia, que são alimentos ricos em fibras. Isso irá reduzir o Índice Glicêmico da banana e evitar picos de glicemia e de insulina. E você pode usar esta mesma dica para qualquer outra fruta que venha a consumir.

4. Coma banana apenas se sua Diabetes está controlada

Esta última recomendação é importantíssima! Mesmo tomando todos os cuidados acima, a banana ainda é uma das frutas ricas em carboidratos. Sendo assim, consuma com moderação se você não está com a Diabetes controlada! De um modo geral, sua Diabetes estará em bom controle se:

  • Sua hemoglobina glicada está abaixo de 7%
  • Sua glicemia capilar em jejum está abaixo de 120 mg/dL
  • Sua glicemia capilar 2 horas após as refeições está abaixo de 180 mg/dL

Se você não preenche estes critérios, sua Diabetes não está controlada. Neste caso, é importante evitar alimentos que contenham carboidratos como é o caso da banana.

5. Consuma tipos específicos de banana

Muitos visitantes perguntam se algum tipo específico de banana é melhor ou pior para o portador de diabetes. Fizemos a tabela mais completa sobre o assunto, comparando todos os tipos de banana e suas informações nutricionais, considerando um consumo de 100 gramas do alimento. Veja abaixo:

Tipo de bananaBanana-prataBanana-da-terraBanana-caturraBanana-maçãBanana-nanicaBanana-ouro
Calorias89 Kcal122 Kcal92 Kcal89 Kcal92 Kcal90 Kcal
Carboidratos22,84 g31,89 g23,66 g22,84 g23,62 g23,27 g
Proteínas1 g1,3 g1,11 g1,1 g1,14 g1,1 g
Lipídios0,33 g0,37 g0,34 g0,33 g0,33 g0,33 g
Fibra alimentar2,6 g2,3 g2,5 g2,6 g2,6 g2,6 g
Potássio358 mg499 mg371 mg358 mg374 mg365 mg

Com base nela, você pode perceber que alguns tipos de banana têm mais carboidratos do que outros. A banana-da-terra, que muitos diabéticos acham boa para consumo, na realidade é a mais rica em carboidratos e calorias. Além disso, se você considerar a porção pela quantidade de bananas, lembre-se que a banana-da-terra, a banana-caturra, a banana-nanica e a banana-prata, por exemplo, são muito maiores que a banana-maçã. Por isso a quantidade consumida geralmente é maior.

Concluindo: independente do tipo de banana que você consome, a quantidade e riqueza de carboidratos é semelhante, ultrapassando os 90% do total de origem das calorias do alimento. A banana ainda é pobre tanto em proteínas como em gorduras.

Dica: nossa recomendação, portanto, é comer os tipos de banana que são menores, diminuindo a quantidade da porção que você consumirá.

Perguntas & Respostas

Agora, vamos responder algumas outras dúvidas comuns de nossos leitores sobre o assunto:

– Diabético pode comer banana com aveia?

Sim! Caso o diabético venha a consumir banana, é importante adicionar aveia, pois é um alimento rico em fibras alimentares e reduzirá os picos de açúcar no sangue promovidos pela banana. Use e abuse da aveia em qualquer momento do seu dia, especialmente quando for consumir banana.

– Diabético pode comer banana com canela?

Pode, sim. A canela é um alimento excelente para os diabéticos. Ela estimula algo semelhante à atividade física no organismo (mas, claro, em intensidade muito menor, nunca substituindo o papel dos exercícios no controle da diabetes). 

Assim, adicione canela onde e quando você puder, e principalmente quando estiver consumindo banana.

Dica: uma refeição com banana, aveia e canela é extremamente saudável para um portador de diabetes.

– Diabético pode comer banana da terra cozida?

Em geral, não. Comparada com a banana da terra crua, a diferença não é tão grande. E, como você pode ter notado se olhou a tabela comparativa acima com calma, a banana da terra é uma das mais ricas em carboidratos. Por isso, o mesmo cuidado é necessário.

Chegamos ao fim do nosso artigo completo sobre o assunto. Se você gostou, compartilhe com amigos e familiares! Se você tem dúvidas e deseja alguma ajuda, deixe seu comentário. Ele é muito valioso para nós e nos ajuda a manter a produção de conteúdo de alta qualidade! Até a próxima!

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!

Clínico geral, formado pela PUC-PR, com experiência no tratamento de pacientes com doenças crônicas como Diabetes e Hipertensão. Residente do primeiro ano de Oftalmologia no Hospital de Olhos de Sorocaba (HOS). Co-fundador da startup MedSimples de Medicina & Saúde. Desenvolvedor web, especialista em SEO e redator de artigos voltados à educação em saúde para o público leigo há mais de 8 anos.

4 comentários em “Banana”

  1. Fale por favor sobre consumo de mandioca e seus derivados por diabéticos

    Responder
  2. Gostei muito desse artigo sobre a banana e recomendarei para outras pessoas.

    Responder
    • Olá, Edmilson. Muito obrigado pelo comentário e pela recomendação! Fico muito feliz que tenha gostado do artigo. 😀

      Responder

Deixe um comentário

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!