Pré-Diabetes tem cura?

A Diabetes Tipo 2 é uma enfermidade perigosa para a sua saúde e pode ser difícil mantê-la sob controle uma vez que ela é diagnosticada. Ela pode ser a porta de entrada para doenças cardiovasculares, renais e neurológicas, levar à perda da visão e diversos outros problemas de saúde. Um estágio anterior à Diabetes, chamado de Pré-Diabetes, por outro lado, pode ser tratado e inclusive curado! Neste artigo, vamos responder por completo esta que pode ser a sua dúvida: será que a Pré-Diabetes tem cura? Vem comigo nesta!

Um casal, homem e mulher, alongando-se em um colchonete na grama.

O que é Pré-Diabetes?

A Pré-Diabetes é um estágio anterior à Diabetes, caracterizada por duas situações:

  • Glicemia de jejum alterada: são os pacientes que têm valores de glicemia (“açúcar no sangue”) entre 100 e 125 mg/dL durante o jejum mas não fecham diagnóstico de Diabetes.
  • Intolerância à Glicose: são pessoas que fizeram um Teste Oral de Tolerância À Glicose (TOTG ou Curva Glicêmica) e apresentam valores alterados neste exame (entre 140 e 199 mg/dL 2 horas após a ingestão de dextrose).
  • Valores de Hemoglobina Glicada entre 5,7% e 6,4%.
Glicosímetro mostrando uma glicemia de 118 mg/dL em meio a frutas, halteres e uma fita métrica.
O diagnóstico de pré-Diabetes é feito com uma glicemia capilar de jejum entre 100 e 125 mg/dL. O tratamento envolve perda de peso, atividades físicas e alimentação balanceada.

Lembrando que, para o diagnóstico de Diabetes em si, você precisa ter pelo menos 2 dos seguintes valores alterados:

  • Glicemia de jejum igual ou superior a 126 mg/dL.
  • TOTG igual ou superior a 200 mg/dL 2 horas após a ingesta de dextrose.
  • Hemoglobina Glicada igual ou superior a 6,5%

Ou ainda, ter uma glicemia capilar a qualquer horário do dia superior a 200 mg/dL com sintomas de Diabetes.

Quem, de fato, corre perigo?

De acordo com estimativas, cerca de 12% dos brasileiros têm Pré-Diabetes e mais do que esse número podem estar correndo perigo. A Pré-Diabetes aparece quando as taxas de glicose na corrente sanguínea ou as taxas de Hemoglobina A1c (Hemoglobina Glicada) se apresentam acima do normal, o que não significa elevado o bastante para ser considerado diabético.

Porém, é importante notar que vários estudos já mostraram que se você é portador de Pré-Diabetes, mesmo antes de desenvolver Diabetes, já tem um risco maior de desenvolver doenças cardiovasculares e de outras áreas do corpo, como infarto e doença renal crônica, assim como apresenta expectativa de vida menor que a população em geral!

Você tem mais chance de desenvolver a Pré-Diabetes e a Diabetes Tipo 2, se apresenta os seguintes fatores de risco:

  1. Tem mais de 45 anos;
  2. É de origem africana, latino-americana, indiana ou das Ilhas do Pacífico;
  3. Está acima do peso;
  4. Realiza exercícios menos de três vezes por semana;
  5. Tem história familiar de diabetes (principalmente parentes de 1º grau);
  6. Já teve diabetes gestacional;
  7. Deu à luz a um bebê de 4 Kg ou mais de peso;
  8. Tem pressão alta ou colesterol alto;
  9. Tem um histórico de doença cardíaca;
  10. Apresenta histórico de algumas outras doenças endócrinas, como a síndrome dos ovários policísticos.

E como diminuir este risco?

Faça mudanças no seu estilo de vida para acabar com a Pré-Diabetes!

A boa notícia para você é que a Pré-Diabetes e a Diabetes podem ser evitadas! Melhor ainda: a Pré-Diabetes tem cura! Infelizmente, o mesmo não pode ser dito da Diabetes: ela é uma doença crônica cuja cura ainda não foi encontrada. Por isso, a Diabetes só pode ser controlada, mas nunca curada.

E como evitar a progressão da Pré-Diabetes para Diabetes e curar o problema? Muitas vezes, fazendo pequenas alterações na sua rotina, você pode dar conta do recado!

Um estudo apontou que, se você tem Pré-Diabetes, uma diminuição de até 10% do seu peso corporal pode diminuir o perigo da evolução para Diabetes em até 50%!

O grande segredo para evitar o problema é atingir um peso saudável e realizar exercícios físicos regularmente. A sacada para manter essa perda de peso é uma dieta saudável e exercícios todos os dias.

Não existe dieta milagrosa, não existe chá milagroso, não existe atalho: o controle da Pré-Diabetes dependerá total e exclusivamente do seu esforço e ímpeto em melhorar a sua saúde.

Exercícios físicos para pré-diabéticos

A recomendação oficial dos principais órgãos de especialistas em Diabetes é praticar atividades físicas de moderada intensidade pelo menos 150 minutos por semana (2 horas e meia).

Uma caminhada de 30 minutos por dia, 5 dias por semana, já é o suficiente!

No entanto, lembre-se: você deve sempre consultar o seu médico antes de iniciar a prática de alguma modalidade esportiva.

É importante também lembrar que, se você está sedentário há muito tempo, saiba que atingir esta meta não precisa acontecer de uma hora para outra. Você não precisa compensar todo o tempo perdido no primeiro dia de treino!

Confira algumas dicas para facilitar o seu treinamento físico se você está pré-diabético:

  1. Realize uma caminhada leve no caminho para o trabalho, durante o seu intervalo para o almoço ou logo após o jantar;
  2. Se você vai de ônibus ao trabalho, pare um ponto antes e ande 15 minutos na ida e na volta. Repetindo isso nos 5 dias da semana, você já deixa de ser sedentário(a)!
  3. Realize flexões, polichinelos e abdominais enquanto assiste televisão na sala de sua casa;
  4. Jogue futebol com os seus amigos;
  5. Leve o seu cachorro para passear e aproveite para dar uma caminhada ou mesmo uma corrida;
  6. Dê uma volta de bicicleta com o seu filho ou a sua esposa logo após o serviço;
  7. Deixe o carro mais vezes em casa e opte por caminhar para locais próximos da sua casa;
  8. Corra no parque e fique um pouco mais perto da natureza;
  9. Volte a praticar qualquer passatempo que acabou deixando para trás por causa da correria do seu dia-a-dia!

Alimentação saudável na Pré-Diabetes

A alimentação saudável é tão importante quanto o exercício físico para impedir a evolução da Pré-Diabetes para Diabetes e inclusiva para curar totalmente o problema. Então, confira algumas dicas de alimentação na fase pré-diabética:

  1. Consulte o(a) nutricionista!
  2. Preste atenção no tamanho das suas porções de comida;
  3. Não pule nenhuma refeição;
  4. Alimente-se de três em três horas;
  5. Não repita o prato no almoço ou no jantar;
  6. Comece pela salada;
  7. Prepare o seu almoço em casa ao invés de ter que ir todos os dias a restaurante ou lanchonetes. Você economiza dinheiro e ainda mantém a sua saúde;
  8. Procure comer fora apenas em dias especiais e faça com que as refeições em casa se transformem em um costume;
  9. Sente-se para tomar café, lanchar, almoçar e jantar com tranqüilidade e mastigue bem os alimentos;
  10. Dê preferência para os alimentos saudáveis, como legumes, verduras e saladas;
  11. Evite comer os alimentos gordurosos e fritos.

Até que a cura para a Diabetes Tipo 2 seja descoberta, mantenha o apropriado controle da glicose no sangue, realize atividades físicas e tome todos os remédios indicados diariamente pelo seu médico. Este é o melhor caminho! Apesar de chás serem interessantes como auxílios no controle da doença, eles não têm a capacidade de tratar o problema!

Se você for pré-diabético(a) e realmente seguir todas as dicas neste artigo, tenha a certeza de que não vai se preocupar com a Diabetes! E se você gostou do artigo, compartilhe com seus amigos e familiares e deixe seu comentário. Até a próxima!

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!

Clínico geral, formado pela PUC-PR, com experiência no tratamento de pacientes com doenças crônicas como Diabetes e Hipertensão. Residente do primeiro ano de Oftalmologia no Hospital de Olhos de Sorocaba (HOS). Co-fundador da startup MedSimples de Medicina & Saúde. Desenvolvedor web, especialista em SEO e redator de artigos voltados à educação em saúde para o público leigo há mais de 8 anos.

Categorias Dicas

Deixe um comentário

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!