Alongamento

Alongamento: faça do jeito certo e na hora certa

O alongamento é uma atividade simples, pode ser realizada pela maioria das pessoas, não exige equipamentos e traz muitos benefícios, seja feito de forma isolada ou como aquecimento/finalização de outros exercícios.

No entanto, muitas pessoas, especialmente quem pratica o alongamento como aquecimento antes de outras atividades, não dá a devida importância a ele e foge da série de exercícios. O que essas pessoas não levam em conta é que o alongamento é indicado para evitar lesões, contraturas e reduzir dores após os exercícios.

Alongamento estático X dinâmico

As principais formas de alongamento são o estático e o dinâmico. De modo geral, eles apresentam intensidade e duração de posições diferentes, além de serem indicados para momentos distintos.

O aquecimento dinâmico é recomendado, principalmente, antes das atividades mais intensas. Ele “acorda” o corpo sem roubar energia para o exercício que será realizado depois, seja corrida, futebol, tênis etc. Realizado em cadência lenta e confortável, ele estimula os batimentos cardíacos, a ação do sistema nervoso central e aumenta o fluxo de sangue e a temperatura corporal. Seus movimentos são suaves, seguem um ritmo confortável, geralmente com movimentos circulares ou pendulares.

Já o aquecimento estático é indicado para ser realizado a qualquer hora do dia, para aumentar a flexibilidade e relaxar, mas deve ser evitado antes de atividades esportivas mais intensas. Isso porque ele diminui a freqüência cardíaca e a temperatura, além de deixar a musculatura menos fatigada. Assim, ajuda a eliminar o ácido lático, elemento que age na musculatura causando dores após os exercícios – o que torna este tipo de alongamento excelente para finalizar as atividades esportivas ou relaxar. Seus movimentos são aqueles mais tradicionais, em que alongamos os músculos e mantemos a posição pelo tempo que for confortável e que não houver dor.

Ambos são benéficos e ajudam a conhecer melhor nosso corpo, no entanto, como qualquer atividade física, devem ser supervisionados por um profissional habilitado. Com esse acompanhamento, você pode levar para sua vida uma série de benefícios, tais como:

  • Relaxamento;
  • Concentração e consciência corporal;
  • Diminuição da tensão muscular;
  • Prevenção a lesões;
  • De acordo com o tipo de alongamento, aumento ou redução da temperatura corporal.

Viu como vale a pena ocupar alguns minutos com o alongamento? É uma forma simples e saudável de preparar o seu corpo e até de conhecê-lo melhor, evitando também dores, contraturas e cãibras. Por isso, siga a orientação de seu treinador e não fuja dos alongamentos, você só tem a ganhar!

Relaxe fazendo alongamento

Exercícios de Alongamento, além de relaxar e aumentar a flexibilidade dos músculos, ajudam a prevenir lombalgias, a combater o estresse e aumentar a produtividade e a concentração

O hábito de alongar o corpo diariamente traz vários benefícios ao físico e à mente. Dicas de posturas e exercícios simples e fáceis de fazer, ajudam a combater os sintomas causados pela falta de flexibilidade dos músculos.

Os exercícios de alongamento costumam trabalhar o comprimento de músculo para aumentar sua flexibilidade e condição muscular, que pode variar de pessoa para pessoa, dependendo da estrutura física.

Além de aliviar dores e tensões musculares no pescoço, nas costas e nas pernas e prevenir determinadas lesões, o alongamento traz vários outros benefícios à saúde como, sensação de bem-estar, melhora a circulação sanguínea, ajuda a combater o estresse e aumenta a produtividade e a concentração.

Simples e fácil de fazer, os exercícios podem ser realizados no ambiente de trabalho, a qualquer hora do dia, ou nos momentos em que sentir os músculos tensos e repuxados. Ficar sentado por muitas horas durante o dia, além de desconforto, também pode causar inchaço nos membros inferiores.

Exercícios de alongamento:

  1. Para alongar a coluna – Estique o pescoço e a cabeça para cima, como se fosse tocar no teto, inspirando o ar. Ao soltar o ar, relaxe os ombros e o pescoço. Repita a série por três vezes.
  2. Para alongar o pescoço – Relaxe os ombros e incline o pescoço de um lado para o outro, como se fosse encostar a orelha no ombro. Repita a série três vezes de cada lado.
  3. Encoste o queixo no peito e solte o ar. Levante a cabeça em linha reta ao corpo, de forma a fitar o horizonte. Faça o movimento três vezes.
  4. Para alongar os braços – Una as duas mãos e estique os dois braços para frente, o máximo que puder, inspirando o ar. Volte-os para baixo, relaxando as costas e soltando o ar. Repita a série três vezes. Faça o mesmo movimento erguendo os braços para cima e quando terminar faça o mesmo movimento para os lados, inclinando o pescoço, como se fosse encostar a orelha no ombro. Repita o exercício três vezes.
  5. Para alongar os braços para trás da cabeça, levante-os, com as mãos unidas para cima e incline as costas a 110º, de forma a colocar o quadril para frente e as costas suavemente para trás. Faça o movimento três vezes.
  6. Para alongar as pernas e o tornozelo – Estique uma perna e aponte o dedão para cima, alongando a panturrilha, retornando à posição inicial. Repita três vezes o exercício com cada perna. Depois, faça movimentos circulares no tornozelo, três vezes, uma vez iniciando o movimento para a direita e depois para a esquerda.

Consulte sempre o seu médico. É de fundamental importância certificar-se que você pode se exercitar sem riscos. Ele é o profissional adequado para orientá-lo quanto à melhor prática esportiva de acordo com seu perfil e objetivos de saúde.

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!

1 comentário em “Alongamento”

Deixe um comentário

Controle sua Diabetes.
Aprenda algo novo.

Assine ao Mudando Diabetes por email
Faça como mais de 5.300 pessoas
e receba nossas novidades!